Copa do Mundo

Foto de Messi com a taça da Copa é a mais curtida do Instagram após superar ovo

Com mais de 50 milhões de likes, o jogador argentino Lionel Messi quebrou recorde do Instagram

Lionel Messi continua quebrando recordes mesmo fora dos campos. O jogador argentino, vencedor da Copa do Mundo de 2022 no último domingo, 18, é o detentor da foto mais curtida da história do Instagram.

A marca anterior pertencia à foto de um ovo publicada em 2019 pela conta @world_record_egg. Como o usuário sugere, a intenção era quebrar o recorde que, então, pertencia a Kylie Jenner com 18 milhões de curtidas. Posteriormente a conta foi utilizada para conscientização sobre saúde mental e ação de marketing do streaming Hulu.

Atualmente, ovo conta com 56,1 milhões de likes. A publicação de Messi segurando a taça ainda no gramado do estádio Lusail, no Catar, se aproxima de 59 milhões – estabelecendo também o recorde de publicação mais curtida em qualquer rede social.

Na legenda, o atleta destacou que a conquista representava seu maior sonho e agradeceu a “família e todos que apoiaram e acreditaram em nós.”

Confira:

https://www.instagram.com/p/BsOGulcndj-/?igshid=Zjc2ZTc4Nzk=

Por Rolling Stone

Nos pênaltis, Argentina se sagra tricampeã do Mundo

Em jogo emocionante, Lionel Messi guiou a Argentina para o tricampeonato mundial e finalmente conquistou um título de Copa

Agora é a hora! Lionel Messi e Kylian Mbappé, duelo de gerações e tricampeonato em campo. Após campanhas sólidas, Argentina e França entraram em campo, neste domingo (18/12), para duelar na final da Copa do Mundo, que consagrará dois grandes jogadores do futebol mundial.

A Argentina começou o jogo com sangue nos olhos e não deu chances para a França. Lionel Messi, melhor jogador da Copa do Mundo, apareceu em todos os lugares do campo e fez tudo: desarmou, criou jogadas e, inclusive, marcou gol. Foi do craque a primeira bola na rede, de pênalti.

Com muita superioridade e querendo o tri, os Hermanos continuaram em cima e chegaram ao segundo gol, com Di María. O camisa 11 foi a surpresa do técnico Lionel Scaloni para a final e é um dos nomes da partida. Do outro lado, Mbappé e Griezmann estão muito bem marcados e sumidos.

A segunda etapa da partida esquentou o clima no estádio Lusail. França ganhou um pênalti e Mbappé diminui a vantagem argentina após converter a cobrança. Em seguida, Kylian Mbappé marcou de novo e empatou o placar, levando o jogo para a prorrogação.

Messi mostrou mais uma vez o porquê que é chamado de maior jogador de todos os tempos: no 2º tempo da prorrogação, ele fez seu segundo gol do confronto e colocou a Argentina em vantagem novamente. Entretanto, Mbappé marcou o terceiro e se tornou o segundo jogador a fazer hat-trick em uma final de Mundial.

Nos pênaltis, Argentina conquistou o tricampeonato.

Por Metrópole

Mbappé nunca perdeu para Lionel Messi; relembre os confrontos

Craque francês brilhou em duelos por clubes e pelas seleções contra o companheiro de PSG

A Copa do Mundo se encerra neste domingo, 18, com a decisão entre Argentina e França. A bola rola às 12h (horário de Brasília), no estádio Lusail Stadium. No campo, os dois grandes camisas 10 das equipes são os protagonistas: Messi x Mbappé. O jovem atacante francês pode se apoiar no retrospecto positivo contra o companheiro de PSG.

Mbappé nunca perdeu para Messi. Por seleções, a grande final será a segunda vez que ambos se enfrentam. Na primeira oportunidade, nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018, o francês brilhou com dois gols e foi o principal jogador da vitória francesa por 4 a 3.

O jovem atacante também levou a melhor quando os dois se enfrentaram por clubes. Na Liga dos Campeões de 2021/2022, PSG e Barcelona se enfrentaram no mata-mata. Mesmo atuando no Camp Nou, Mbappé brilhou e marcou três vezes na goleada francesa contra os espanhóis. Na volta, empate em 1 a 1, com um gol de cada craque.

Final da Copa do Mundo de 2022 – Histórico completo de confrontos 

A final de 2022 será o quarto encontro de Argentina e França na história de Copas do Mundo. A vantagem está com os sul-americanos, que venceram em 1930 e 1978. O único triunfo francês foi há quatros anos na Rússia. No retrospecto geral, a Argentina também leva vantagem com seis vitórias em 12 jogos. Os europeus ganharam em três oportunidades, mesmo número de empates.

Messi e a última dança

Aos 35 anos, Lionel Messi já afirmou em diversas oportunidades que essa será a sua última Copa do Mundo como jogador. No ano passado, ele levantou a Copa América, colocando fim ao jejum de mais de 20 anos sem uma conquista da seleção masculina profissional da Argentina.  

Mbappé: um fenômeno

Com apenas 23 anos, Kylian Mbappé pode conquistar a sua segunda Copa do Mundo. O craque já igualou Pelé com nove gols, sendo o mais novo a marcar antes dos 24. Até o momento, soma cinco gols no torneio, empatado com Messi, e ainda pode ser eleito o melhor jogador da competição.

Fonte: Redação Terra

Nos pênaltis, Marrocos supera Espanha e avança na Copa do Mundo

O goleiro Bono pegou todas as cobranças dos espanhóis

A seleção de Marrocos segue aprontando na Copa do Mundo. Depois de terminar a primeira fase em primeiro lugar do seu grupo, invicto, os marroquinos surpreenderam e venceram a Espanha nos pênaltis, por 3 a 0, depois de um 0 a 0 no tempo normal e prorrogação.

Com esse resultado, a seleção de Marrocos vai aguardar o vencedor do duelo entre Suíça e Portugal. A partida das quartas de final está programada para o sábado, 10, no estádio Al Thumama, às 12h (horário de Brasília).

O Jogo

A partida foi marcada por uma maior posse de bola da seleção da Espanha, mas por conta da marcação adversária tinha pouca criatividade. Já Marrocos buscava o contra-ataque na tentativa de surpreender e a equipe comandada por Luiz Henrique.

A Espanha teve oportunidades com Asensio, Gavi, que chegou a parar no travessão, e Ferrán Torres levaram perigo aos marroquinos. Já a equipe de Marrocos chegava comum chute de fora da área de Mazraoui e uma cabeçada de Aguerd.

Com o resultado de empate no tempo normal, a decisão da vaga para as quartas-de-final da Copa do Mundo.

Durante a prorrogação, o Marrocos se defendeu durante todo o tempo e tentava assustar no contra-ataque. Já a Espanha tentava abdicando da posse de bola para alçar bola na área, na tentativa de sair na frente, porém a decisão ficou para os pênaltis.

Na cobrança de pênaltis, a seleção marroquina foi mais competente. Abdelhamid Sabiri, Kakim Ziech e Achraf Hakimi marcaram para os africanos e o goleiro Bono pegou as cobranças de Sergio Busquets, Carlos Soler e Pablo Sarabia.

A TARDE

Mbappé e modelo francesa sofrem ataques racistas e transfóbicos

Artilheiro tem sido vítima de ataques preconceituosos por origem africana da família e suposta relação com modelo trans

Um desempenho fenomenal do atacante francês Kylian Mbappé, de 23 anos, tem despertado a ira de torcedores que usam o preconceito para atingi-lo. O jovem atacante tem sido alvo de racismo e transfobia nas redes sociais.

Bastante concentrado na competição, Mbappé tem evitado dar entrevista à imprensa – por isso, ele deve, inclusive, pagar uma multa à Fifa.

O atacante francês é o artilheiro da Copa do Mundo do Catar, com cinco gols. Com nove gols marcados em copas do mundo, ele ocupa a segunda posição entre os maiores goleadores da França em mundiais e, até aqui nesta competição,  ultrapassou Messi e Cristiano Ronaldo. Kylian Mbappé foi eleito o melhor jogador das partidas contra a Austrália e a Dinamarca.

Os ataques transfóbicos são direcionados à modelo transexual francesa Ines Rau, com quem, especula-se que, o craque teria um relacionamento.

A imprensa europeia invadiu a privacidade do atleta e o fotografou carregando a modelo nos braços num iate de luxo na Itália. Desde então, eles têm sido alvo de comentários preconceituosos.

Na “TyC Sports”, um grupo de torcedores da Argentina entoava versos discriminatórios a Mbappé tanto pelo possível relacionamento com a modelo, quanto pela origem africana da família do atacante.

A música preconceituosa afirma que os jogadores franceses são de Angola, fala que o atleta se relaciona com travesti e que a os avós são nigerianos e camaroneses.

Por Estado de Minas

Catar bane venda de álcool nos estádios na Copa do Mundo, anuncia FIFA

Medida foi anunciada dois dias antes do início do mundial de futebol no país do Oriente Médio. Até agora, bebidas alcóolicas estavam permitidas antes e depois das partidas.

A dois dias do início da Copa do Mundo do Catar, a FIFA anunciou nesta sexta-feira (18) que os organizadores decidiram proibir totalmente a venda de bebidas alcóolicas aos torcedores nos estádios do país.

A Copa do Mundo de 2022, que começa no domingo (20), será a primeira m um país muçulmano conservador com rígidos controles de álcool, cujo consumo é proibido em público. Segundo a Fifa, a decisão veio após debates com as autoridades do Catar.

“Depois de debates entre o país sede e a Fifa, foi feita a decisão de focar a venda de bebidas alcóolicas no Fan Festival, (…), removendo os pontos de venda de cerveja de todo o perímetro dos estádios da Copa”, diz o comunicado.

Uma fonte da organização ouvida pela agência de notícias Reuters afirmou que o argumento das autoridades foi o de que, “para muitos torcedores, a presença do álcool não criaria uma experiência agradável.”

“Um número maior de fãs está participando de todo o Oriente Médio e Sul da Ásia, onde o álcool não desempenha um papel tão importante na cultura”, disse à Reuters uma fonte da organizaçãosob condição de anonimato.

A Budweiser, uma importante patrocinadora da Copa do Mundo com direitos exclusivos para vender cerveja no torneio, deveria vender cerveja alcoólica dentro do perímetro de ingressos em torno de cada um dos oito estádios três horas antes e uma hora depois de cada jogo.

Mas a reversão dessa política ocorre após negociações de longo prazo entre o presidente da Fifa, Gianni Infantino, a Budweiser e executivos do Comitê Supremo de Entrega e Legado (SC) do Catar, que está organizando a Copa do Mundo, disse a fonte.

O álcool ainda será servido dentro das zonas de hospitalidade do estádio, acrescentou a fonte.

Nem a Budweiser, a Fifa nem o SC responderam ao pedido de comentário da Reuters.

Desde que o Catar conquistou os direitos de hospedagem em 2010, surgiram dúvidas sobre o papel que o álcool desempenharia na Copa do Mundo deste ano. Embora não seja um estado “árido” como a vizinha Arábia Saudita, consumir álcool em locais públicos é ilegal no Catar.

Os visitantes não podem levar álcool para o Catar, nem mesmo da seção duty free do aeroporto. O álcool é vendido em bares de alguns hotéis, onde a cerveja custa cerca de US$ 15 (cerca de R$ 81) por meio litro.

A Budweiser ainda venderá cerveja alcoólica no principal FIFA Fan Fest no centro de Doha, disse a fonte, onde a bebida será oferecida por cerca de US$ 14 (cerca de R$ 76) por meio litro. O álcool também será vendido em algumas outras fan zones, enquanto outras são sem álcool.

“Os torcedores podem decidir para onde querem ir sem se sentirem desconfortáveis. Nos estádios, esse não era o caso anteriormente”, disse a fonte.

Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: