Ex-prefeita Vera da Saúde quebra o silêncio e comenta rompimento com Valnício Armede

Valnício Armede e Vera da Saúde| Foto: Reprodução

O atual prefeito, Valnício Armede ainda declarou apoio a ACM Neto, indo de contra a decisão de seu partido, PSD.

Vera da Saúde

A ex-prefeita de Maragogipe, Vera da Saúde (PSD), quebrou o silêncio após eleições de 2020 e resolveu falar. O principal alvo dela é o atual prefeito do município, Valnício Armede (PSD), eleito com o apoio dela após oito anos de mandato.

O estopim para a quebra do silencio teria sido o rompimento de Valnício Armede com o grupo liderado pelo governador Rui Costa (PT). Para Vera da Saúde, o prefeito de Maragogipe é um “traidor”. Em entrevista ao site Olá Bahia, a ex-prefeita contou que Valnício foi eleito com o total apoio dela e do próprio partido. Mas logo após as eleições, ele rompeu com ela.

INDICAÇÃO

“Tínhamos Valnício [prefeito] como um filho, sobrinho do vereador Luizinho. Com uma campanha limpa, saímos vitoriosos em 2012, quando houve a aproximação dele à nossa gestão. Gozando da nossa confiança, licenciado da Guarda Municipal, seu vínculo de origem, passou a trabalhar junto à administração, onde tínhamos uma relação de mãe e filho e os meus filhos o viam e tratavam como mais um irmão”, lembrou Vera da Saúde.

A indicação do nome de Valnício Armede à sucessão municipal foi confirmada após a realização de uma pesquisa realizada em Maragogipe entre os eleitores. Com a chegada do período eleitoral, em 2020, percebemos uma tensão na população que estava preocupada com quem iria nos suceder. Naquele momento fizemos uma pesquisa e tivemos como resposta, por unanimidade, que o candidato seria aquele nome que nós indicássemos, ou seja, o candidato a ser votado seria o “candidato de Vera”, conta.

A ex-prefeita de Maragogipe destaca, ainda, que a indicação do nome de Valnício Armede foi referendada pelo senador Otto Alencar (PSD), presidente estadual do partido. “Enfim, jamais imaginaríamos que ele [Valnício Armede], aquele jovem que tratávamos como filho, três dias após às eleições, seria um lobo vestido de cordeiro, um traidor, mau caráter, mentiroso, caluniador. Até hoje não sabemos qual o real motivo. Simplesmente nos falou, para mim e o tio, que daquele dia em diante caminharia sozinho. Foram as únicas palavras e mais o desfeche de parte do grupo que o elegeu”, lamentou.

ELEIÇÃO 2022

Vera da Saúde ressalta que antes do rompimento ocorreram várias tentativas de diálogo com o prefeito já eleito, com a intervenção de deputados do próprio grupo político, até mesmo o governador e o senador Otto Alencar, mas não êxito. “Não só nos traiu, mas também traiu aos deputados e o próprio senador Otto Alencar que ajudaram a elegê-lo, mas principalmente traiu ao nosso povo que confiou nele, votando em um desconhecido”, disparou.

A quebra do silencia da ex-prefeita foi motiva, entre outras coisas, pelo rompimento de Valnício Armede com o grupo do governador Rui Costa. “Repudiamos a sua conduta ao decidir apoiar outro candidato ao governo, negando o que foi feito por nossa gestão e traindo o nosso povo que o elegeu”, criticou.

Vera da Saúde aproveitou para fazer críticas à atuação gestão, com destaque para a interrupção dos projetos voltados ao social e a saúde em Maragogipe. “Ele [prefeito] herdou 40 milhões de recursos em caixa, mas mantém um centro cirúrgico trancado, sem funcionar, obrigando as mulheres a recorrer a outras cidades para realizar os seus partos”, desabafou.

Fonte: Olá Bahia

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: