Ex-deputada Flordelis é condenada a 50 anos de prisão

Justiça entendeu que ela orquestrou o assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo

A ex-deputada federal e cantora gospel Flordelis foi condenada a 50 anos e 28 dias de prisão por ser mandante do assassinato do pastor Anderson do Carmo, morto a tiros em junho de 2019, em Niterói, no Rio de Janeiro.

O Tribunal também condenou a filha biológica de Flordelis, Simone dos Santos, a 31 anos de prisão. Os filhos afetivos Marzy Teixeira da Silva, André Luiz de Oliveira e a neta Rayane dos Santos Oliveira foram absolvidos de todos os crimes.

Marzy, André e Simone respondiam por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio e associação criminosa armada. Já Rayane, por homicídio triplamente qualificado e associação criminosa armada.

Após seis dias de julgamento e pouco mais de três anos do crime, a juíza Neris dos Santos Carvalho Arce proferiu a sentença para cada um dos réus.

Durante a leitura da sentença, familiares da ex-deputada que acompanharam o julgamento desde o primeiro dia entraram em desespero.

Flordelis está presa desde 13 de agosto de 2021. Dois dias antes, a ré havia perdido o foro privilegiado ao ter o mandato de deputada federal cassado por 437 favoráveis, 7 contrários e 12 abstenções.

A Tarde

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: