‘Dispensamos o perdão de Edir Macedo’, diz Gleisi após vídeo do bispo reconhecendo vitória de Lula

Parlamentar usou as redes sociais para criticar o líder religioso por ter propagado mentiras sobre Lula durante toda a campanha

Um dia após o bispo Edir Macedo publicar um vídeo pedindo o ‘fim da mágoa’ de evangélicos com Lula e reconhecendo a vitória do petista, Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, veio a público para criticar o teor da mensagem do religioso. Nas redes sociais nesta sexta-feira 4, a deputada reeleita disse ‘dispensar o perdão’ do bispo.

“Dispensamos o perdão de Edir Macedo. Ele é quem precisa pedir perdão a Deus pelas mentiras que propagou, a indução de milhões de pessoas a acreditarem em barbaridades sobre Lula e sobre o PT, usando a igreja e seus meios de comunicação para isso”, escreveu Gleisi. “A nossa consciência está tranquila.”

A crítica acontece após Macedo, que é líder da Igreja Universal e dono da TV Record, pedir que os evangélicos da sua igreja superem a mágoa com o presidente eleito. Na mensagem ele dizia: “Ora, minha amiga, meu amigo: vamos colocar a cabeça no lugar. Fizemos nossas escolhas. E a escolha foi da maioria, obviamente, que votou. Então, não podemos ficar de mágoa, porque é isso que o diabo quer.”

Mais adiante, o religioso ainda completava que, apesar da sua torcida para o candidato derrotado Jair Bolsonaro, o petista teria sido escolhido ‘pela vontade de Deus’. “Bola para frente, vamos olhar para frente. Eu orei: ‘Ó, Deus, quero que Bolsonaro ganhe, mas seja feita a Sua vontade, é o Senhor quem manda’. Deus fez a vontade Dele. Ele fez. Graças a Deus. Então, o que eu vou fazer agora?”

Veja o vídeo

Por Carta Capital

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: