Delegado titular de Maragogipe fala sobre o caso de duplo feminicídio em São Roque do Paraguaçu

Homem preso acusado de duplo feminicídio em Maragogipe alegou que a vítima estava lhe traindo com o primo.

O crime aconteceu no último sábado (13), quando Vagner de Oliveira esfaqueou sua companheira Mônica de Jesus Ribeiro de 38 anos e para defender a mãe, a adolescente Vanessa Mônica Ribeiro de Jesus de  17 anos também foi atingida pelos golpes. Homem preso acusado de duplo feminicídio em São Roque do Paraguaçu alegou que a vítima estava lhe traindo com o primo.

Em entrevista ao radialista Antônio Carlos da Rádio Andaiá FM,  delegado titular de Maragogipe, Adeilton Raimundo Pereira, fala sobre a prisão do feminicida.

Adeilton fala como se deu as investigações e a prisão do criminoso, “de imediato refugiou-se no mato, ao perceber que o pessoal ligado ao crime o caçava para matar, saiu do mato e por incrível que pareça, refugiou-se em uma construção que estava abandonada nas proximidade do local do crime, onde ficou até a segunda-feira quando foi localizado e conduzido até a delegacia.”

Segundo o depoimento dado pelo feminicida, Vagner de Oliveira ao delegado titular o que motivou o crime foi a traição da sua companheira.

“Na sexta-feira (12), ele a levou (Mônica) para casa e não chegou adentar, da porta ele voltou. Mas, não foi embora. Ele ficou em determinado lugar, porque estava desconfiado que a mulher o estivesse traindo, com o suposto primo. Ele continuou na proximidades da residência e em determinado momento ele ouviu sons, ao ouvir esses sons debruçou-se ao murro e percebeu dois casais dentro, segundo ele era sua companheiro e o segundo casal ele não sabia.”

No dia do crime, Vagner de Oliveira foi tirar satisfações e saber o motivo pelo qual sua companheira estava acompanhada de outro homem no dia anterior.

“Ao chegar a porta da frente estava fechada, ele adentrou ao imóvel pelos fundos e a mulher estava no quarto e a filha em outro quarto da casa, a mulher continuou deitada enquanto ele tirava satisfação sobre seu comportamento. segundo ele a conversa evoluiu para uma discursão acirrada, foi quando ela deu dois tapas no seu rosto e ele a repeliu, no repelir ela pegou a faca que estava em cima da cama e o agrediu lesionando sua mão esquerda. Quando ele viu aquele comportamento,  pegou a faça da sua mão e passou esfaqueá-la. A filha saiu do quarto para socorrer a mãe, tentou agarra-lo, não conseguiu e passou esfaquear simultaneamente as duas.”

Fonte: Blog do Valente

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: