Tremores de terra são registrados em Amargosa nesta terça-feira (10)

Moradores relataram sentir o abalo durante a madrugada

Um tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR, foi registrado pelas estações sismográficas operadas pelo Laboratório Sismológico (LabSis) da UFRN na região do município de Amargosa, na região do Recôncavo Baiano, na madrugada desta terça-feira (10).

De acordo com informações recebidas pelo LabSis, o evento que ocorreu por volta das 04h10 foi sentido na cidade e no distrito de Corta-Mão, também em Amargosa. Além do evento de magnitude preliminar 1.5 mR, outros dois eventos, de magnitudes preliminares inferior a 1.0 mR, também durante a madrugada.

O último evento registrado no estado da Bahia ocorreu no último domingo (8), no município de Jacobina. Além desse evento, que teve sua magnitude preliminar calculada em 2.3 mR, outros 15 tremores de terra, de magnitudes preliminares inferior ou iguais a 1.0 mR, também foram registrados.

O LabSis/UFRN segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica que ocorra no estado da Bahia e também na região Nordeste do país.

Maior terremoto da Bahia

Em agosto de 2020, a cidade de Amargosa registrou um terremoto de 4.2 graus na escala Richter. A partir da análise dos registros da série histórica e do ambiente geológico, o Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM) divulgou nota técnica sobre o evento ocorrido na região do Vale do Jequiriçá. O estudo foi realizado em conjunto com o Instituto de Geociências (Igeo/UFBA), Universidade Estadual de Feira De Santana (Uefs) e Sociedade Brasileira de Geologia (SBG).

Segundo informações divulgadas pelas entidades, em conjunto, a pesquisa investiga todos os registros disponíveis na Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), responsável pelo monitoramento e investigação deste tipo de fenômeno geológico no Brasil, e classificou o terremoto registrado na região de Amargosa como o de maior magnitude já registrado na Bahia.

Fonte: Correio 24 Horas

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: