São Roque bota fé em Lula para renascer das cinzas

São Roque do Paraguaçu é um bucólico povoado de Maragojipe, pertinho da desembocadura do Rio Paraguaçu

São Roque do Paraguaçu, um bucólico povoado de Maragojipe, pertinho da desembocadura do Rio Paraguaçu, tendo também ao lado o Rio Baetantã. Uma beleza, que nos últimos 60 anos pode dizer que já viu céu e inferno três vezes.

A primeira foi em 1962. No ano anterior, um decreto do governador Juracy Magalhães elevou o povoado a município e ano seguinte rebaixou. Depois, nos anos 80, a Petrobras instalou lá o estaleiro para construir  plataformas e reparar navios. No início dos anos  90, Collor derrubou, Lula reabilitou e a Lava Jato matou de novo. https://d-2782105193954068789.ampproject.net/2210272257000/frame.html

E por que o estaleiro não funciona se há toda estrutura lá? Mais, é o único do País que constrói plataformas. Segundo Sílvio Ataliba, ex-prefeito, a diferença é que a legislação brasileira, trabalhista e fiscal, eleva o custo da produção de 20 a 25% em relação a Cingapura, na Ásia, onde a Petrobras constrói hoje.

— O preço que nós pagamos é esse, a miséria.

Perdas e lucros —Jerônimo, o governador eleito, tem a reabilização como uma das prioridades e já levou o caso para a equipe de transição de Lula. Radiovaldo Costa, diretor de comunicação do Sindipetro, diz que o caminho é por aí.https://securepubads.g.doubleclick.net/gampad/ads?iu=%2F21622511100%2C22666819895%2Fatarde_multisize&adk=371109516&sz=320×50%7C300x600%7C300x250%7C336x280%7C300x300%7C300x10&output=html&impl=ifr&ifi=3&fluid=height&msz=310x-1&psz=310x-1&fws=4&scp=site%3Datarde%26place%3Damp-v-par-1&adf=329678764&nhd=1&adx=25&ady=1694&oid=2&aexp=1002!1102&ptt=13&gdfp_req=1&sfv=1-0-37&u_sd=2&is_amp=3&amp_v=2210272257000&d_imp=1&c=912386002863&ga_cid=tmJufKg9MS01PdTTEXokpyDgHwYHtKaZ8o7uNGzIG9CFVIrW1R23m8MPwFx6nVXe&ga_hid=2863&dt=1668370435172&biw=360&bih=628&u_aw=360&u_ah=760&u_cd=24&u_w=360&u_h=760&u_tz=-180&u_his=5&isw=360&ish=628&vis=1&scr_x=0&scr_y=0&bc=7&url=https%3A%2F%2Fatarde.com.br%2Fcolunistas%2Flevivasconcelos%2Fsao-roque-bota-fe-em-lula-para-renascer-das-cinzas-1211514&top=www.google.com&loc=https%3A%2F%2Fatarde-com-br.cdn.ampproject.org%2Fv%2Fs%2Fatarde.com.br%2Fcolunistas%2Flevivasconcelos%2Fsao-roque-bota-fe-em-lula-para-renascer-das-cinzas-1211514%3F_%3Damp%26amp_js_v%3D0.1%26usqp%3Dmq331AQKKAFQArABIIACAw%253D%253D%23origin%3Dhttps%253A%252F%252Fwww.google.com%26prerenderSize%3D1%26visibilityState%3Dvisible%26paddingTop%3D32%26p2r%3D0%26csi%3D1%26aoh%3D16683704370387%26viewerUrl%3Dhttps%253A%252F%252Fwww.google.com%252Famp%252Fs%252Fatarde.com.br%252Fcolunistas%252Flevivasconcelos%252Fsao-roque-bota-fe-em-lula-para-renascer-das-cinzas-1211514%25253f_%253Damp%26history%3D1%26storage%3D1%26cid%3D1%26cap%3DnavigateTo%252Ccid%252CfullReplaceHistory%252Ceducation%252Cfragment%252CreplaceUrl%252CiframeScroll&ref=https%3A%2F%2Fwww.google.com%2F&bdt=1949&uap=Android&uapv=10.0.0&uam=TECTOY_5029Y&uafv=107.0.5304.105&dtd=1849&aet=n&__amp_source_origin=https%3A%2F%2Fatarde.com.br

— Se fizerem as contas direitinho vão ver que o estaleiro funcionando rende muito mais dinheiro do que esses 20% tão argumentados. 

Esperança -A esperança acalenta os dias de Leidinalva Barbosa dos Santos, a Leide, 43 anos, casada, dois filhos, que nos bons tempos foi trabalhar no estaleiro e acabou soldadora,  e sustentava a família assim. Desempregada desde 2016, quando foi demitida, hoje vive de soldar portas e portões.

 – Não tenha dúvida de que a vida aqui deu pra trás. É muito difícil. Não temos sequer um representante bancário para pagar contas de água e luz.

Claudionor Santana, 49  anos, caldereiro e técnico de montagem, e Antonio Bonfim Borges, 57 anos, aposentado (vítima de acidente), dizem que entre os quatro mil moradores do lugar (no pico era 15 mil) há um consenso: a esperança de que com Lula os bons tempos voltarão.

Por Levi Vasconcelos – A Tarde

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: