PSB formaliza indicação de Alckmin para vice de Lula

Foto: Ricardo Stuckert

O PSB oficializou, nesta sexta-feira (08/04), a indicação do nome do ex-governador paulista Geraldo Alckmin como pré-candidato a vice-presidente na chapa de Lula (PT). A indicação foi efetivada após uma reunião com a liderança dos dois partidos em um hotel em São Paulo, da qual também participaram Lula e Alckmin.

“Nós vamos precisar da minha experiência e da experiência do Alckmin para reconstruir o país, conversando com toda a sociedade brasileira”, afirmou Lula. O petista e Alckmin foram adversários políticos por anos, e se enfrentaram diretamente na eleição presidencial de 2006, quando o ex-governador ainda era filiado ao PSDB.

Alckmin frisou durante o evento que “aqui foi bem explicitado o momento grave que nós estamos vivendo”. E completou: “Na realidade não é hora de terrorismo, é hora de generosidade, grandeza política, desprendimento e união. Política não é uma área solitária, a força da política é centrípeta. Nós vamos somar esforços aí para a reconstrução do nosso país”.

Lula confirmou ainda que o PSB irá participar do processo de formulação do plano de governo. O pré-candidato petista disse também que “talvez ganhar as eleições seja mais fácil do que a tarefa de que teremos pela frente de recuperar esse país”.

Na última pesquisa Datafolha, divulgada em 24 de março, Lula aparece com 43% das intenções de voto no primeiro turno, contra 26% de Bolsonaro.

A indicação de Alckmin foi formalizada numa carta do PSB para o PT. De acordo com o texto, “a composição de uma frente ampla exige a formulação de um programa de governo que corresponda às perspectivas das forças que a compõem, tanto em termos políticos partidários quanto no que se refere aos segmentos da sociedade civil que tal frente pretende representar”.

O PSB, segundo a carta, apresentará um programa e pretende que ele seja incorporado na plataforma de Lula. “Apenas uma [chapa], contudo, pode entregar à população o muito que, com toda legitimidade, ela exige. Temos convicção de que esta chapa é a que se consolidará com as candidaturas dos companheiros Lula e Geraldo Alckmin.”

A carta assinada pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, diz que “o que estará em questão na eleição de 2022 é o confronto decisivo entre democracia e autoritarismo”.

Fonte: Revista Recôncavo

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: