Condenado por asfixiar homem até a morte, vaqueiro é preso 17 anos depois de crime em Roraima

Crime aconteceu em julho de 2004, no povoado Arara Vermelho, em Rorainópolis. A prisão aconteceu nessa terça-feira (19) em Mucajaí.

Vaqueiro foi encaminhado para a Audiência de Custódia. — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um vaqueiro, de 38 anos, foi preso nessa terça-feira (19) no município de Mucajaí, Região Sul de Roraima. Ele foi condenado por ter envolvimento na morte de Raimundo Nonato Alves. O crime aconteceu em julho de 2004.

De acordo com o delegado Wulpslander Trajano, titular de Mucajaí, a prisão do vaqueiro ocorreu após agentes da Polícia Civil receberem uma denúncia anônima de que o homem estava morando na casa de familiares.

Os policiais informaram, ainda, que o crime aconteceu em 14 de julho de 2004, no povoado Arara Vermelho, na vila do Equador, município de Rorainópolis, também ao Sul do estado. 

À época do crime, o vaqueiro e outros dois homens estavam ingerindo bebida alcoólica e ficaram irritados quando a vítima decidiu ir dormir e desligou um rádio. Inconformados com a atitude, os homens passaram a agredir a vítima, que foi asfixiada até a morte. 

Nesta terça, o vaqueiro foi preso e encaminhado à Audiência de Custódia.

Fonte: G1

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: