Trabalhadores da Construção Pesada podem entrar em greve

Nesta segunda-feira, 18, os trabalhadores da construção pesada, representados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada e Montagem Industrial do Estado da Bahia (Sintepav), realizam assembleias em todo o Estado para decidir os rumos da Campanha Salarial 2011 e decidir se entram em greve por tempo indeterminado.

Na capital baiana, as assembleias irão acontecer simultaneamente na obra da Arena Fonte Nova, na Via Expressa e na obra do Metrô, no canteiro de obras localizado na Rótula do Abacaxi, a partir das 6h30.

Na última rodada de negociação, ocorrida no dia 8 de abril, o Sintepav apresentou uma proposta que propõe a inclusão na CCT de novas funções, o reajuste salarial de 11% a partir de 1º de março, horas extras de 60% de segunda a sexta, e de 80% nos sábado, cesta básica no valor de R$ 130, assistência médica, PLR, entre outras reivindicações.

Para o presidente do Sintepav, Bebeto Galvão o conjunto de obras como a Ferrovia, a Via Expressa, o Consórcio 093, Obras de Estradas, PCH, Termelétrica, Obras da Copa 2014, são vitais para economia baiana e para o Brasil. “A busca do consenso sem a necessidade de uma longa greve, reflete a preocupação política do sindicato em saber que uma obra como a Arena Fonte Nova, que já está com o cronograma atrasado, com greve, irremediavelmente não cumprirá seu calendário, o que produziria um vexame nacional e internacional para a Bahia e o Brasil. Entendemos que a Bahia não pode ser prejudicada, pela insensatez, falta de responsabilidade social e reconhecimento do valor do trabalho pelos empresários”, frisou.

Fonte: Gente & Mercado

O que você achou dessa notícia?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima