Casal desaparece e traficantes enviam fotos de corpos para a família na Bahia

Informações preliminares dão conta que pessoas próximas do casal reconhecem as vítimas mostradas nas fotos. Contudo, não há informações sobre o local onde ocorrram as execuções e onde estariam os corpos

Os desaparecimentos e supostas execuções de um casal estão deixando seus familiares preocupados no Sul da Bahia. A situação envolve Leandro Argolo Brito, de 19 anos, e Solene Rosena dos Santos, de 18. No dia 24 de outubro, parentes da dupla foram surpreendidos com a aparição de fotos dos jovens, mortos por traficantes, no WhatsApp.

Segundo as primeiras informações, Leandro e Solene haviam saído da cidade de Itabuna, no dia 20 de outubro, com destino a Iguaí para visitar familiares da mulher. De lá, teriam viajado para Porto Seguro, mas, a partir daí, ficaram com paradeiro desconhecido até a publicação na internet. 

Informações preliminares dão conta que pessoas próximas do casal reconhecem as vítimas mostradas nas fotos. Contudo, não há informações sobre o local onde ocorrreram as execuções e onde estariam os corpos.

Um parente de Solene disse, inclusive, ter reconhecido a tatuagem de uma rosa que a jovem tinha na perna. Em uma das imagens, é possível ver que os criminosos usaram, pelo menos, quatro armas de fogo, e faziam gestos com as mãos em apologia à facção “Tudo 3” ou Bonde do Maluco (BDM).

De acordo com informações da Polícia Civil, oitivas e diligências estão sendo realizadas para esclarecer o ocorrido e localizar as vítimas. Porém, até o momento, não há registro de homicídio ou localização de corpos naquela região com as mesmas características do casal desaparecido.

Por Aratu On

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: