Pesca com bomba: explosivos são apreendidos em praia de Salinas da Margarida

Diante da aproximação da PM, os suspeitos fugiram, deixando para trás os explosivos

Três homens foram flagrados com uma sacola plástica contendo material explosivo na manhã do último sábado (20), na Praia do Batantan, no município de Salinas da Margarida, no recôncavo baiano. O flagrante foi realizada por uma equipe da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), que apreendeu os artefatos explosivos. Em nota, a Polícia Militar informou que os policiais realizavam patrulhamento na localidade conhecida como Praia do Batantan, quando se depararam com três indivíduos que, diante da aproximação da polícia, fugiram em direção a um manguezal, deixando para trás uma sacola plástica.

No interior da sacola foram encontrados cinco explosivos que seriam destinados à prática conhecida como “pesca com bomba”, delito tipificado na Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/98, Art. 35). A ocorrência foi registrada na delegacia de Mar Grande. Para se configurar crime ambiental, os suspeitos precisam ser presos com os explosivos e o material da pesca.

De acordo com especialistas, toda vez que uma bomba explode no mar, ela  provoca uma onda de destruição que se estende por mais de 500 metros. O impacto mata tudo o que está em volta, desde os peixes até micro-organismos e, segundo especialistas, esse é apenas um dos problemas dessa atividade, que é considerada crime ambiental.

Fonte: Correio 24 Horas

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: