MP cumpre mandados em casa de PMs envolvidos em morte de subtenente

Os policiais militares são investigados pela morte do subtenente da Polícia Militar Alberto Alves dos Santos

Uma operação do Ministério Público estadual e Secretaria da Segurança Pública cumpriu 15 mandados de busca e apreensão na manhã desta sexta-feira, 4, nas residências de policiais militares investigados pela morte do subtenente da Polícia Militar Alberto Alves dos Santos, em setembro deste ano. Aparelhos telefônicos e computadores foram apreendidos durante a ação.

Segundo o MP, os mandados foram cumpridos nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Camacã e Camaçari. Os PMs são investigados pela ação realizada no município de Itajuípe, no dia 27 de setembro deste ano, que resultou na morte do subtenente Alberto Alves dos Santos e na prática de lesões corporais contra o sargento da PM Adeilton Rodrigues D´Almeida. Os dois faziam segurança para o, até então, candidato ao governo do Estado, ACM Neto (União Brasil).

Batizada de ‘Tir Ami’, a operação foi realizada com o apoio da Força-Tarefa de Combate a Grupos de Extermínio e Extorsão mediante Sequestro da Corregedoria-Geral da Secretaria de Segurança Pública (Coger) e da Polícia Militar da Bahia.

Os mandados, expedidos pela Vara da Auditoria Militar, foram cumpridos por equipes dos Grupos de Atuação Especial Operacional de Segurança Pública (Geosp) e de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), da Força-Tarefa de Combate a Grupos de Extermínio e Extorsão Mediante sequestro da Corregedoria Geral da SSP, além da Corregedoria da PM.

Por A Tarde

divulgamaragogipe

Learn More →

O que você achou dessa notícia?

%d blogueiros gostam disto: